loader image
Pesquisar

Confira por que está mais fácil pegar empréstimo no Brasil!

Confira o motivo de estar mais fácil de solicitar empréstimos no país!

A obtenção de empréstimos no Brasil tornou-se mais acessível para quem precisa de apoio financeiro. Essa tendência favorável aos clientes é respaldada por recentes dados que destacam o aumento das concessões de empréstimos no país, especialmente durante o mês de agosto. De acordo com informações divulgadas pelo Banco Central em uma atualização na quarta-feira (27/09), a taxa de concessões nesse setor aumentou em 9,4% em comparação com o mês anterior. 

Essa elevação na concessão de empréstimos reflete uma série de fatores que estão tornando o acesso a crédito mais conveniente para os consumidores. Vamos analisar esses motivos a seguir.

Entenda maior facilidade em pegar empréstimos no Brasil

De acordo com as informações fornecidas pelo Banco Central (BC), houve um aumento de 1,1% no estoque total de crédito durante o período mencionado. Esse incremento elevou o montante total para 5,524 trilhões de reais. Além disso, as concessões de financiamentos sob a modalidade de recursos livres, que envolvem condições de empréstimo negociadas diretamente entre o cliente e o banco, apresentaram um crescimento de 6,5%.

No mesmo período, as operações de crédito com recursos direcionados, que seguem os parâmetros estabelecidos pelo governo, apresentaram um notável aumento de 29%. Esses indicadores demonstram uma tendência de crescimento no setor de concessões de empréstimos, refletindo a crescente disponibilidade de crédito no mercado financeiro brasileiro.

Queda nas taxas bancárias 

Adicionalmente aos números de concessões de empréstimos no Brasil no mês de agosto, as taxas de juros praticadas pelos bancos também experimentaram uma redução notável. No âmbito das operações de crédito livre, as instituições financeiras diminuíram suas taxas para 43,5%, refletindo uma queda de 0,3 ponto percentual em relação ao mês anterior.

Simultaneamente, no caso dos recursos direcionados, houve uma diminuição de 0,3 ponto percentual, estabelecendo a taxa em 11,3%. Essa tendência de diminuição das taxas de juros indica um cenário favorável para aqueles que buscam contratar serviços financeiros por meio das instituições bancárias.

Reformulação positiva para quem busca obter empréstimos

Devido aos resultados positivos acumulados no período, as instituições financeiras têm adquirido maior flexibilidade na concessão de empréstimos aos clientes. A diferença entre o custo de captação dos bancos e a taxa final cobrada do cliente, conhecida como spread, diminuiu de 32,5 para 32,3 pontos percentuais.

Portanto, essa tendência de redução das taxas e melhorias nas opções de serviços financeiros tem gerado benefícios tanto para os clientes quanto para as instituições.

Benefícios para a economia

Estímulo ao consumo

Com empréstimos mais acessíveis, os consumidores têm a capacidade de financiar compras de bens duráveis, como carros e imóveis. Isso impulsiona a demanda por esses produtos, beneficiando a indústria automobilística, o setor imobiliário e a economia como um todo.

Investimento empresarial

Empresários e empresas também podem se beneficiar de empréstimos mais baratos e acessíveis. Isso pode estimular investimentos em expansão de negócios, aquisições e desenvolvimento de novos projetos, contribuindo para o crescimento do setor empresarial.

Geração de empregos

O crescimento do consumo e dos investimentos empresariais frequentemente resulta na criação de novos empregos. Isso ajuda a reduzir a taxa de desemprego e a melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Incremento na produção e no PIB

A produção industrial tende a crescer à medida que a demanda por bens e serviços aumenta. Isso, por sua vez, contribui para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Estabilidade financeira

Taxas de juros mais baixas podem reduzir a inadimplência dos tomadores de empréstimos, pois as parcelas de pagamento se tornam mais acessíveis. Isso contribui para a estabilidade financeira, tanto para os indivíduos quanto para as instituições financeiras.

Maior acesso ao crédito

Com condições de empréstimo mais favoráveis, um maior número de pessoas e empresas pode acessar o crédito, incluindo pequenas empresas e empreendedores. Isso promove a inclusão financeira e permite que uma parcela maior da população participe do sistema financeiro.

Atração de investimentos estrangeiros

Taxas de juros mais baixas e um ambiente econômico saudável podem atrair investidores estrangeiros. O investimento estrangeiro direto tem o potencial de injetar capital adicional na economia e estimular o crescimento.

Redução do endividamento

Para muitos indivíduos, empréstimos mais acessíveis podem ser uma solução para o endividamento excessivo, especialmente se permitirem a consolidação de dívidas a taxas mais baixas. Isso ajuda as pessoas a gerenciar suas finanças de forma mais eficaz.